Sexta-feira (dia 6) é dia de ir a pé ao trabalho

Para fortalecer a mobilidade ativa, o Instituto Corrida Amiga, de São Paulo, junto a mais de 15 organizações distribuídas no país, promove o Dia de ir a pé ao trabalho, na sexta-feira (6 de Julho). Transformar o tempo perdido nos congestionamentos em atividade física regular e ganho em qualidade de vida é um dos propósitos da ação. De acordo com a gestora ambiental e idealizadora do Corrida Amiga, Silvia Stuchi, o planejamento das cidades para as pessoas requer contato direto com as ruas. “Há 4 anos, a primeira sexta-feira de julho é o dia para tornar efetivo o deslocamento a pé ao trabalho, incluindo caminhadas, corridas e combinando parte do trajeto com bicicleta, transporte público ou car

Dez anos de Lei Seca

Hoje a lei seca completa dez anos de existência e o motorista alcoolizado que atropelou e matou no dia 11 de junho Luiz Carlos Melo da Silva, de 15 anos, encontra-se preso, graças ao aumento da pena para motoristas que dirigem embriagados. Até 29 de abril deste ano, atropelamentos como esse eram considerados “acidentes” com morte e resultavam em pena leve que envolve de 2 a 4 anos de prisão, o que permitia ao delegado responsável pelo flagrante a possibilidade de estipular uma fiança para liberar o motorista imediatamente. Hoje, ele é considerado homicídio culposo (sem intenção de matar) o que acarreta em pena de 5 a 8 anos de prisão, além de o direito de dirigir ser suspenso ou proibido. Co

A Copa nos ensina que o metrô pode ser o palácio do povo

Além de estimular a confraternização, a torcida e o entusiasmo coletivo, a Copa do Mundo nos oferece uma oportunidade ímpar de conhecer a cultura e algumas peculiaridades de seus países sede. No caso da Rússia, um destaque é o impressionante Metrô. Além de ser um dos mais extensos do mundo – tem 364,9 quilômetros de linhas e 214 estações –, sem dúvida está entre os mais belos. O metrô de Moscou e São Petersburgo começou a ser construído em 1935 por Josef Stalin e foi um dos projetos mais extravagantes e ambiciosos da União Soviética. Abertas ao público em 1955, as estações revestidas de mármore com lustres que imitam o sol nas profundezas subterrâneas tinham como objetivo fazer propaganda d

Empresa de ônibus inova ao aceitar moeda virtual

Pioneira no país, a Viação Garcia, empresa de Londrina do Grupo GBS,vem aceitando desde o dia 6 de junho a venda de passagens online via criptomoedas. No país, é o primeiro grupo de transporte de passageiros a aceitar este sistema digital de moeda descentralizada como pagamento. O grupo optou, em um primeiro momento, por utilizar Bitcoins (BTC), a moeda virtual mais conhecida hoje no mercado. Segundo a direção, até julho, outras duas criptomoedas serão aceitas: a BitcoinCash e a Litecoin. Para adquirir passagens via bitcoins, o cliente acessa o site da empresa Viação Garcia (www.viacaogarcia.com.br) e segue o processo normal de compra online. Na tela de opção de pagamento ele deverá fazer a

Acredite se quiser: incendiar ônibus ainda não é crime

No domingo, o número de ônibus incendiados em Minas Gerais subiu para 69. Um crime contra o patrimônio público e toda a população brasileira, que sofre com a depredação, a violência e o desrespeito. Desde janeiro, uma PEC torna crime imprescritível queimar ônibus e atrapalhar a ordem pública. A Câmara dos Deputados analisa Proposta de Emenda à Constituição (PEC 384/17) que torna inafiançável e imprescritível a prática do crime de queima de ônibus e de atrapalhar a ordem pública. A PEC foi apresentada pelo deputado Heuler Cruvinel (PSD-GO) e prevê pena de reclusão para o crime. “É necessário que a nossa Constituição declare esse crime imprescritível, como o fez com o crime de racismo”, disse

Por dentro do MobiLab

O Pro Coletivo agora está hospedado no MobiLab, o Laboratório de Inovação em Mobilidade da Prefeitura de São Paulo, que funciona como um celeiro de soluções tecnológicas, reunindo startups de mobilidade. É uma grande honra para nós compartilhar esse espaço tão especial, no qual se juntam cabeças pensantes em prol de uma mobilidade melhor para a cidade de São Paulo. Nascido na gestão Haddad, em 2013, o MobiLab surgiu para mudar o relacionamento da administração pública com a tecnologia, introduzindo inovação, transparência e participação da sociedade civil. É uma saída ao modelo passivo de consumo de tecnologia e uma maneira de introduzir no setor público a criatividade, customização e agilid

"Uma cidade melhor é possível"

A frase acima é de Renato Janine Ribeiro, professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, que foi entrevistado pela Rádio USP e analisou a greve dos caminhoneiros sob o ponto de vista comportamental da sociedade. Ele viu como um ponto positivo a mudança de olhar da população, que em grande parte apoiou o movimento dos caminhoneiros. "Foi espantoso ver que muitas pessoas apoiaram a greve e, mesmo sendo prejudicadas, não odiaram os caminhoneiros, não houve revolta. As pessoas aceitaram um prejuízo calculando que esse prejuízo irá se reverter, depois, em algo maior para o coletivo", afirmou ele. Para o filósofo, este comportamento mostra uma disposição da sociedade para m

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook - Black Circle

Facebook

Quer bater um papo e descobrir como participar?

Instagram

2020© PRO COLETIVO