2017© PRO COLETIVO

Please reload

Posts Recentes

Por que é chique andar de metrô lá fora e aqui não?

October 18, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Tempo de tirar férias do carro

21/7/2018

Os meses de julho e janeiro em São Paulo sempre tiveram um trânsito melhor, por causa das férias escolares. Hoje, com o aumento expressivo da frota de carros, esse respiro não tem sido notado; mas, mesmo assim, há uma certa melhora. Apesar de não parecer tão significativo, o trânsito gerado pelos pais que levam os filhos na escola é responsável por 20% do congestionamento da cidade. E 30% dos motoristas que usam o carro afirmam que o fazem só para levar as crianças à aula.

 

Entendo pais e mães quererem manter esse laço diário com os filhos. Mas convém pensar se não seria melhor fazer diferente. O congestionamento de nossas cidades sugere que uma alternativa poderia deixar as duas gerações mais felizes.

 

Não é preciso inventar nada: podemos copiar o que fazem os japoneses e americanos. Quem sabe damos um passo a mais rumo ao tão desejado primeiro mundo. Se os pais pensassem em socializar a tarefa, revezando com outros pais (o que os americanos chamam de “carpool”), ou utilizando vans ou – por que não? – o transporte público, ajudariam a desafogar o congestionamento, a diminuir a poluição e a promover uma sociedade mais gentil e ligada no coletivo.

 

Quem mora perto da escola poderia levar os filhos a pé. No Japão, por exemplo, as crianças fazem o percurso sozinhas. Está certo que lá o poder público e a sociedade como um todo se responsabilizam pela segurança das crianças durante esse deslocamento; mas, em São Paulo, organizações do terceiro setor como a iniciativa Caminho Escolar de Paraisópolis também colocam isso na pauta. Preocupados com a qualidade do espaço público na mobilidade, a ONG desenvolve um projeto na favela para melhorar a rota das crianças até o colégio.

 

Segundo os estudos que orientam a entidade, a criança que anda a pé ou de bicicleta tem melhor desempenho escolar, vive mais intensamente o caminho para a escola e, por isso, tem mais experiências para viver e narrar. Em outras palavras, tem melhor aprendizado ao chegar à escola.

 

São Paulo é uma cidade complicada, mas por vezes fica até mais fácil, a depender da distância, chegar a um destino de transporte público ou a pé. O problema, na verdade, é desacostumar do automóvel. Se você é um desses pais que só tiram o carro da garagem na época de levar os filhos à escola, que tal aproveitar esse finzinho de férias e aposentar definitivamente o hábito de frequentar congestionamentos? A cidade, você e até o seu filho vão agradecer.

 

 

LEÃO SERVA, 54, é jornalista e co-autor, com Alexandre Lafer Frankel, do guia anual Como viver em São Paulo sem carro.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Arquivo