2017© PRO COLETIVO

Please reload

Posts Recentes

Por que é chique andar de metrô lá fora e aqui não?

October 18, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Só para mulheres

30/4/2017

Raquel Correa, Bianca Saad e Gabriela Correa lançam aplicativo que conecta passageiras a motoristas mulheres, acabando com a insegurança na hora de pedir um carro.

 

O app, chamado Lady Driver, foi criado por Gabriela Correa, após uma situação de assédio de um taxista. Gabriela quis fazer algo bom dessa experiência ruim, para evitar que outras mulheres passassem por episódios como esse: "Além das passageiras, descobri que as motoristas também se sentiam carentes, pois não eram acolhidas nos aplicativos comuns”.

 

Junto a outras duas empreendedoras,  Raquel Lopes e Bianca Saad, ela começou a trabalhar no projeto, que foi lançado, simbolicamente, no dia 8 de março deste ano, o Dia Internacional da Mulher.

 

O Lady Driver é o único aplicativo de motoristas particulares do sexo feminino com liberação do município. Com cerca de 15 funcionários e 2.800 motoristas cadastradas, a empresa se comunica bastante pelas redes sociais. "No início, buscávamos motoristas mulheres que queriam mais segurança em suas corridas; agora, elas já nos procuram, bem como as passageiras", explica Gabriela. 

 

O Lady Driver é o 5º aplicativo a ser permitido na cidade de São Paulo ao lado de Uber, Cabify, 99 Taxi e Easy Taxi. O projeto contribui para a igualdade de gêneros e valoriza a força de trabalho feminina na mobilidade. 

 

A porcentagem que a empresa fica sobre a corrida é 19,5% - no caso da Uber (Uber X) é 25%. Como acontece com os outros aplicativos, a motorista pode trabalhar para outras empresas do setor.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Arquivo