2017© PRO COLETIVO

Please reload

Posts Recentes

Por que é chique andar de metrô lá fora e aqui não?

October 18, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Não faça do seu carro uma arma

17/1/2019

 Precisamos nos desarmar e nos amarmos mais – justamente o contrário do que propõe o presidente eleito Jair Bolsonaro, que assinou nesta terça-feira, dia 15, um decreto que facilita a posse de armas de fogo.

 

Conhecido por seus altíssimos índices de violência, o Brasil necessita de paz, compreensão e empatia. E não de medo, tristeza e insegurança. Vale lembrar que já temos um campo de guerra armado nas próprias ruas das cidades. O trânsito brasileiro é o quinto mais violento do mundo, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

De acordo com pesquisa feita pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, a cada 12 minutos uma pessoa morre vítima da violência no trânsito no Brasil, ou seja, 5 mortes a cada hora. Já o número de vítimas de armas de fogo e agressões é de 6 por hora.

 

“Como podemos observar, o trânsito produz praticamente a mesma quantidade de vítimas que a violência no Brasil”, destaca o diretor-presidente do Observatório, José Aurelio Ramalho.

 

O uso de celular é a terceira maior causa de acidentes fatais, atrás apenas do excesso de velocidade e do consumo de álcool pelos motoristas. O chocante é saber que 98% dos acidentes são por falha humana – e não por questões técnicas.

 

Sim, a responsabilidade é toda nossa. E a melhora desse quadro depende da conscientização e da mudança de comportamento de toda a sociedade. “Cada cidadão deve abraçar esta causa e se comprometer em conhecer e respeitar as leis de trânsito pelo bem de todos”, diz Ramalho, lembrando dos sete pecados capitais (veja no quadro acima) que podem ser evitados para poupar vidas.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Arquivo